Skip to main content

But The Word Dog Doesn’t Bark: Schlippenbach Trio

2015 (48 min) – realizado por Bernd Schoch

Pode o jazz livre ser transposto para o cinema?

O trio de Alexander von Schlippenbach, Evan Parker e Paul Lovens está activo há mais de 40 anos, e é uma verdadeira instituição fundadora e evolutiva do jazz europeu.

Todos os anos, no Outono, embarca numa tournée europeia para mostrar a públicos ávidos o seu som de divergência, catarse e explosão.

Este filme, cujo título em português seria qualquer coisa como “Mas A Palavra Cão Não Ladra”, não é nem um típico filme-concerto nem um retrato convencional de uma banda: é um filme que encoraja a escuta e a visão e que mostra o que o cinema e a música podem fazer “um com o outro”.

Em vésperas da 13ª edição do OUT.FEST – Festival Internacional de Música Exploratória do Barreiro, este filme homenageia não apenas o incrível concerto que este trio nos proporcionou na edição de 2011 do festival, como antecipa o regresso de um dos seus membros – Evan Parker – a terras barreirenses para mais uma verdadeira lição de técnica, energia e genialidade.

Legendado em inglês

Agenda OUT.RA para Setembro

Enquanto preparamos a divulgação do cartaz completo do 13º OUT.FEST (recordem os nomes já confirmados aqui), é com um sorriso rasgado que anunciamos a nossa programação regular OUT.RA Música para o mês de Setembro, repleta de nomes internacionais do mais alto gabarito e com a promessa de concertos inesquecíveis e o melhor dos aperitivos para o grande acontecimento de Outubro.

Assim, este mês vamos não uma mas duas vezes ao Velvet Be Jazz Club, primeiro, no dia 17, com o fantástico guitarrista norte-americano Chuck Johnson, um dos máximos expoentes do fingerpicking contemporâneo, acabado de lançar um fascinantes disco pela prestigiadíssima editora Three Lobed, bem secundado pelo projecto que junta o guitarrista barreirense Berlau (Fernando Ramalho) ao saxofonista A.M. Ramos.

Depois, a 24, um duplo concerto que se avizinha bombástico – com o lendário Tom Carter, guitarrista dos inigualáveis Charalambides e grande viajante psicadélico das 6 cordas eléctricas, e o regresso do prodigioso baterista Chris Corsano, desta vez em duo com Rodrigo Amado, saxofonista que é, cada vez mais, uma das figuras de proa do jazz europeu e máximo motivo de orgulho para a música nacional.

Para completar uma trilogia de sábados de eleição, a 1 de Outubro exibimos, em estreia nacional no Cine Clube do Barreiro, o filme “But the Word Dog Does not Bark”, que acompanha de perto uma das mais recentes tournées do Schlippenbach Trio, talvez uma das duas grandes formações da história do jazz europeu, e cujo concerto no OUT.FEST 2011 ainda perdurará por certo na nossa memória – e que melhor ocasião para ver este filme, que nos oferece ângulos privilegiados do labor de Alexander von Schlippenbach, Paul Lovens e Evan Parker,  do que em vésperas da actuação do trio deste último (a outra das duas grandes formações da história do jazz europeu) no OUT.FEST 2016?

Sim, prometemos um Setembro a um ritmo incrível, com alguma da melhor música do mundo – e depois, logo logo a seguir, mais um Outubro em modo OUT.FEST: imprevisível, surpreendente e fundamental.

No Barreiro, pois claro.

Até já!