Bolsa de Criação OUT.RA 2018: trabalho final apresentado em Dezembro em itinerância pelo Concelho

O último mês do ano marca as apresentações públicas do trabalho desenvolvido pelos bolseiros OUT.RA em 2018 – Hélder Menor, João Antunes e João Pinheiro – na sua demanda pelas raízes rurais dos seus antepassados, numa história comum a tantos e tantos barreirenses descendentes dos movimentos migratórios do séc. XX em direcção ao Barreiro.
 
“Se Uma Árvore Cair” é o título do trabalho final a apresentar, assinalado por dois momentos: o primeiro, uma performance audiovisual que faz uso das recolhas sonoras e visuais obtidas pelos bolseiros em Paiágua, Rosmaninhal e Serpa, e que terá lugar na Casa da Cultura da Baía do Tejo, no dia 7; o segundo, um filme documental produzido durante a deslocação a esses três locais, apresentado em quatro sessões por várias colectividades do Concelho: a AURPIL, no Lavradio, a Associação de Acção de Reformados do Barreiro (1º andar da Piscina Municipal), o Santoantoniense F.C., em Sto. António e o Grupo Recreativo da Quinta da Lomba, em Sto. André, nos dias 13, 14, 15 e 16 respectivamente.
 
Todas as sessões são de entrada livre.
 

CHARALAMBIDES + pä ao vivo no Barreiro

Olá a todos,

Continua a programação regular OUT.RA Música em Novembro, e que prazer é anunciar o regresso a terras nacionais (e a estreia barreirense), quase uma década após um hiato numa carreira tão longa, do duo texano Charalambides – banda absolutamente inigualável e incomparável a qualquer outra, música de fragilidade, beleza e estranhamento únicos, em tour europeia para promoção do novo e maravilhoso disco “Charalambides: Tom & Christina Carter”.

Será no dia 16, no TEB – Teatro de Ensaio do Barreiro (teatro a que regressamos também quase uma década após o último espectáculo lá programado), com a primeira parte a cargo do também duo , projecto fascinante e sonhador que explora a síntese modular analógica.

Os bilhetes podem ser adquiridos (a partir de dia 5 de Novembro) no Posto de Turismo (Estação Fluvial) ou Balcão Único (Mercado 1º Maio), ao preço de 6€ (público em geral) ou 3€ (público até aos 25 anos de idade).

Todas as informações podem ser consultadas aqui.

Segunda Noite da Raposa, dia 27 na ADAO

A segunda edição da Noite da Raposa – evento especial que junta nomes emergentes das músicas electrónicas-e-não-só do Barreiro e da Grande Lisboa – acontece já no próximo sábado, dia 27, na ADAO – Associação Desenvolvimento Artes & Ofícios.

Pelos dois palcos montados na Sala Oficina passam Maria Reis (guitarrista e vocalista das Pega Monstro apresentando o seu recente trabalho a solo), Van Ayres (lisboeta tornado barreirense que traz sempre consigo o inesperado e inclassificável), Luar Domatrix (metade do fantástico duo Yong Yong), Y Basics (nome do trabalho de exploração electrónica do local José Bica), Floresta Oblíqua (aventureiro dos sintetizadores modulares analógicos) e a joker Célia Graúdo (barreirense histórica que com este DJ Set de acolhimento promete a sua primeira – e única! – incursão pelos palcos).

Tudo isto a partir das 22h, com bilhetes a 5€ (ou 2.5€ para públicos até aos 25 anos de idade). Os ingressos podem ser comprados antecipadamente no Posto de Turismo do Barreiro (Estação Fluvial) ou Vitoriana Pub (Penicheiros), ou no dia e à porta a partir das 21h30.

Mark Morgan no Pada

Depois de dois dias alucinantes onde o OUT.FEST 2018 tomou conta de vários pontos da cidade do Barreiro (e porque não relembrar alguns dos melhores momentos do festival no Instagram ou com algumas das belas fotos da Vera Marmelo?), voltamos imediatamente à carga com um concerto no novíssimo atelier e estúdio PADA, espaço de arte contemporânea prestes a inaugurar pela mão de dois londrinos que encontraram no Barreiro a cidade ideal para as suas ideias.

É lá que, no dia 12 (esta sexta) pelas 23h, o norte-americano MARK MORGAN, guitarrista e vocalista dos SIGHTINGS, uma das mais influentes bandas do noise rock norte-americano na primeira década do milénio, se apresenta para um solo de guitarra no Barreiro.

Vemo-nos por lá!

OUT.FEST 2018 – TODAS AS CONFIRMAÇÕES

Olá a todos,
 
Dia de felicidade aquele em que anunciamos o cartaz completo da 15ª edição do OUT.FEST, a decorrer nos dias 5 e 6 de Outubro por vários espaços do Barreiro.
 
Um festival renovado, concentrado no tempo mas expandido na sua dinâmica, com o centro da cidade a definir um perímetro onde acontecerão 25 concertos protagonizados por criadores portugueses, brasileiros, ingleses, italianos, alemães, finlandeses, eslovenos, lituanos, norte-americanos, iranianos e japoneses, dos 20 aos 80 anos de idade, do jazz ao rock às músicas electrónicas e a tudo o que se possa imaginar pelo caminho.
 
Dois dias de felicidade estes que mais uma vez vão celebrar a Música como aventura e descoberta, e o Barreiro como espelho de bravura, diversidade, criatividade e independência.
 
Sigam para o site do OUT.FEST para ficarem a conhecer todo o cartaz, bem como a saber tudo sobre bilhetes, salas e horários.

OUT.RA Música em Julho: Ka Baird & Louise Bock | Rodrigo Amado, Marco Franco & Gonçalo Almeida

Julho está a chegar, e com o calor vêm mais duas sessões de excelência no Barreiro. 
 
No sábado, dia 7, recebemos o trio de RODRIGO AMADO, MARCO FRANCO e GONÇALO ALMEIDA, representantes de mais alto nível do novo jazz nacional, cujo disco “The Attic” povoou praticamente todas as listas (nacionais e internacionais) de melhores lançamentos do ano em 2017. O concerto decorrerá em formato matinée (às 18h00), e realizar-se-á num dos terraços mais carismáticos do centro da cidade, com vista soberba e setting perfeito.
 
No sábado seguinte, dia 14, a ADAO – Associação Desenvolvimento Artes & Ofícios acolhe duas artistas de referência nas músicas exploratórias norte-americanas da última década: KA BAIRD e LOUISE BOCK, membros do colectivo SPIRES THAT IN THE SUNSET RISE, e que aqui apresentarão os seus trabalhos a solo, com edições aclamadas pela Drag City e Feeding Tube, respectivamente. 
 
O primeiro concerto é de entrada livre, mediante reserva prévia e obrigatória para o mail info@outra.pt, enquanto que os bilhetes para dia 14 têm o preço habitual de 5€ para o público em geral e 2,5€ para jovens até aos 25 anos. Podem ser adquiridos no Posto de Turismo do Barreiro, O Pial e Vitoriana Pub, ou reservados para o mesmo endereço de e-mail.
 
Até já!

OUT.RA Música: Maio e Junho na ADAO

Anunciamos hoje as próximas duas noites de concertos no Barreiro – e que noites! 
 
Dia 26 deste mês acontece a NOITE DA RAPOSA, com seis concertos de novos nomes das mais variadas electrónicas a terem lugar nos dois dark rooms do edifício 2 da ADAO, numa mostra do que de mais interessante se tem vindo a fazer no país nas músicas maquinais mais ou menos desarranjadas. Apontem: BLEID, FOLCLORE IMPRESSIONISTA, CONTREIRA, KEROX, RAW FOREST e o wild-card PEDRO SOUSA num raro solo de saxofone.
 
Em Junho, dia 15, regressam ao Barreiro os incríveis VAIAPRAIA & AS RAINHAS DO BAILE, trio punk / queercore de Lisboa acabado de lançar o EP “Amor Duro”, bomba concentrada com três canções de feeling maior que a vida. A abrir, o “bleach-house neuro-dance from Barreiro” do talento local OPUS PISTORUM, também ele com um lançamento fresco – “Há um espectro pela Europa” que não pode deixar de ser ouvido. A noite rola no Palco Oficina da ADAO.
 
Os bilhetes (a 5€) podem ser já comprados no Posto de Turismo do Barreiro (no terminal fluvial) e n’O Pial, e há mais novidades: a partir de agora, as programações regulares OUT.RA Música passam a custar metade do preço para menores de 25 anos.
 
Até já!

Jessica Moss, 30 Abril no Barreiro

Satisfação tremenda por não deixarmos Março acabar sem anunciar a estreia nacional da canadiana Jessica Moss (membro dos A Silver Mt. Zion e figura-chave da comunidade musical de Montreal que gravita em redor dos Godspeed You! Black Emperor e da editora Constellation), e logo em data única no país, na Biblioteca Municipal do Barreiro no dia 30 de Abril.
 
A violinista traz na bagagem “Pools of Light”, primeiro disco em nome próprio que encontramos um pouco por todos os tops 2017 que interessam.
 
Os bilhetes, a 5€, podem desde já ser reservados para o mail info@outra.pt.
 
 

Bolsa de Criação OUT.RA 2018 – Candidaturas Abertas

Na sequência das Bolsas de Criação atribuídas aos artistas locais Tiago Sousa (2016) e José Bica (2017), a OUT.RA – Associação Cultural aceita, a partir deste momento, candidaturas de jovens artistas locais para o desenvolvimento de trabalho artístico relacionado com Música / Som / Artes Sonoras durante o ano de 2018.
 
Os critérios de selecção a ter em conta são:
  • Residência no Concelho do Barreiro ou áreas urbanas limítrofes (Baixa da Banheira, Vale da Amoreira);
  • Idade entre os 18 e os 35 anos;
  • Formação (superior ou técnica) em áreas artísticas, em particular em Música / Artes Sonoras / Multimédia / Etnomusicologia, etc ou, em alternativa, trabalho relevante desenvolvido em Música / Som que revele a procura de novas soluções e permita antever uma personalidade artística própria;
  • Conhecimento do trabalho desenvolvido pela Associação (OUT.FEST, programação regular, documentação sonora, etc) e adequação das propostas a este trabalho;
  • Qualidade conceptual do projecto criativo, grau de maturidade apresentado para o seu desenvolvimento, exequibilidade dos meios necessários aos espectáculos para sua apresentação.
 
O trabalho a desenvolver pelo(a) bolseiro(a) deve decorrer entre Maio e Dezembro de 2018, e contemplar pelo menos um momento de apresentação pública.
 
A bolsa a atribuir tem o valor de 800€.
 
As candidaturas devem ser enviadas para o mail info@outra.pt até ao dia 15 de Abril, e conter as seguintes informações:
 
– Nome, CV e biografia artística;
– Descrição e calendarização da proposta;
– Material necessário para o seu desenvolvimento.

Março: Oba Loba ao vivo e um workshop de construção de micro-sintetizadores

O final de Março traz ao Barreiro duas programações muito especiais, ambas no contexto da 15ena da Juventude de 2018 organizada pelo Município.
 
A 22, na Biblioteca Municipal, primeira actuação na cidade do sexteto de Norberto Lobo e João Lobo, os Oba Loba, banda que contém em si músicas de todo o vasto mundo destes dois singulares músicos nacionais, e que conta com a participação de músicos como o italiano Giovanni di Domenico e jovens representantes da rica cena musical belga da actualidade.
 
A 24, é a vez do espanhol Martí Guillem ocupar a ADAO durante uma tarde para um workshop de construção de um micro-sintetizador a partir de materiais e processos simples. As inscrições para este workshop (gratuito) podem ser feitas para o mail info@outra.pt, e mais informações podem ser obtidas, como habitualmente, no nosso site.
 
Reservas para o concerto de Oba Loba, com entradas a 5€, podem ser feitas desde já para o mail habitual
 
Até já!

SOFT GRID (Alemanha) ao vivo nos Penicheiros

Depois do anúncio da conferência final do projecto Unearthing the Music, a realizar a 15 e 16 de Fevereiro no Goethe Institut de Lisboa (ver aqui), e cujos pormenores serão revelados na próxima semana, é com prazer que comunicamos hoje o nosso primeiro concerto de 2018 por terras barreirenses.

​Em palco os SOFT GRID, um trio de Berlim com especial sensibilidade a todas as possíveis músicas do cada vez mais expansivo universo da pop​​, ​que ​t​em​ vindo a ganhar uma reputação de banda ​particularmente intensa ao vivo, onde parecem levantar voo a cada oportunidade.

Esta é a primeira programação conjunta OUT.RA / Vitoriana @ Penicheiros. A entrada é livre.

Até já!

A música experimental para lá do Muro de Berlim: Conferência no Goethe Institut de Lisboa, 15 e 16 de Fevereiro

Iniciamos 2018 com um evento de dois dias que assinala o final do nosso projecto Unearthing the Music, no âmbito do qual recolhemos, em 2017, os mais vários materiais relacionados com a música experimental feita nos países da chamada “Cortina de Ferro” entre 1957 e 1989.
 
Nos dias 15 e 16 de Fevereiro, no Goethe Institut de Lisboa, acolhemos músicos, curadores, investigadores e jornalistas para falar deste tópico fascinante, ouvir concertos de figuras incontornáveis ainda no activo e assistir a quatro documentários que ilustram várias das faces e realidades enfrentadas por músicos aventureiros nos regimes severamente controlados da Europa Socialista de então.
 
O programa completo e o alinhamento serão disponibilizados nos próximos dias – sendo que estão já confirmadas presenças de nomes como Chris Cutler (músico britânico que nas décadas de 70 e 80 viajou e colaborou com vários artistas da região), Alexei Borisov (músico russo fundador da cena pós-punk de Moscovo nos anos 80), os irmãos Robert e Ronald Lippok, que apresentarão ao vivo a música da sua banda Ornament & Verbechen, ícone da música industrial em Berlim Leste, ou o jornalista Chris Bohn, um dos editores da revista Wire que escreveu, no início dos anos 80, extensos artigos sobre a música da contra-cultura na Hungria, Polónia ou Checoslováquia.
 
Marquem na vossa agenda!